#ChooseUltraje

Features

[Antevisão] Vagos Metal Fest 2017 – Dia 2: Soulfly, Powerwolf, Primordial, …

Diogo Ferreira

Publicado há

-

soulfly-2017

Vagos Metal Fest – 11, 12 e 13 de Agosto

-/-

Quatro da tarde será a hora de acordar para muita gente em Vagos, por isso nada melhor do que começar o segundo dia do festival com pontapé e chapada. Da Alemanha, os Implore, com o seu death/grind, são uma das grandes apostas da Century Media Records. Se “Depopulation” (2015) foi um bom álbum, “Subjugate” (Setembro 2017) não deverá ficar atrás. Pode ser que apresentem algo novo – a malta agradece. De seguida temos que passar meia Europa para fazer chegar os Brutality Will Prevail do País de Gales com o seu sludge metal (com pitadas de hardcore) que nos fará estorricar a psique ao Sol.

 

Directamente de Setúbal, os Hills Have Eyes já dispensam apresentações e trazem consigo o seu metalcore moderno e orelhudo – de falta de energia não serão acusados. A fase dos grandes começa às 18:40 com os veteranos Metal Church que reataram em 2012 e desde então já lançaram dois álbuns, sendo “XI” o mais recente de 2016. De certo farão as delícias da velha-guarda presente e mostrarão aos mais novos como é ser uma das influências de Metallica.

 

Rituais e respeito por tempos idos serão exaltados pela hora de jantar com o nome alto do metal irlandês: Primordial. Apaixonados pelo nosso país, a banda comandada por Alan Nemtheanga será a companhia ideal para dizer ‘até amanhã’ ao Sol e (re)iniciar ritos ébrios. “Where Greater Men Have Fallen” (Metal Blade Records, 2014) é o último álbum, mas todas e todos os presentes vão exigir, como sempre, várias incursões a “To the Nameless Dead” (Metal Blade Records, 2007).

 

A faceta pagã deste segundo dia do festival continua com os finlandeses Korpiklaani, mas desta feita com uma postura mais alegre e festiva. Adeptos de cerveja, dança, futebol e, claro, metal, a banda de Lahti não vai ficar desapontada com o calor português, nem nós vamos deixar o corpo quieto. Vai ser farra da boa!
Soulfly é daquelas bandas sobre as quais nem sempre se tem uma palavra positiva a dizer, mas depois, na hora H, os recintos estão cheios. Com o carismático Max Cavalera a comandar esta horda primitiva, os Soulfly prometem um concerto à moda antiga: muito espírito e muita porrada. Max Cavalera não deixará de puxar por Portugal e nós só temos que responder com eficácia – basta oferecer-lhe o mosh mais violento que conseguirmos.

 

Para iniciar uma agenda episcopal, o recinto do Vagos Metal Fest tem de se transformar numa igreja – tipo aquelas brasileiras ao ar livre, só que em heavy metal e Satanás. De sacerdotes a caçadores de vampiros ou de exorcistas a agentes em conluio com o Diabo e o Vaticano ao mesmo tempo, os Powerwolf subiram a pulso até se tornarem uma instituição contemporânea do power metal europeu. Há muito que se pedia esta banda em Portugal – ei-los!

 

Polacos de certidão mas enigmáticos de feição, os Batushka são uma das maiores e mais arriscadas surpresas deste segundo Vagos Metal Fest. Ilustres sacerdotes ortodoxos virados do avesso, estes padres do Leste vão exorcizar demónios e fazê-los rodopiar invisivelmente por toda a Quinta do Ega com o seu black/doom metal litúrgico. “Litourgiya” fica para a posteridade como um dos melhores álbuns de 2015.

 

-/-

(Antevisão do dia 1 AQUI)

Features

Nuno Bettencourt, Tom Morello e Scott Ian tocam tema de Game Of Thrones

Diogo Ferreira

Publicado há

-

Consagrada como uma das séries mais populares de sempre, Game Of Thrones, que terminou na última madrugada, teve a capacidade de exultar nos seus fiéis seguidores todas as emoções desde o seu início com o genérico criado por Ramin Djawadi.

No clip abaixo, Djawadi é acompanhado por Dan Weiss (criador da série), Tom Morello (Rage Against The Machine), Scott Ian (Anthrax), Nuno Bettencourt (Extreme) e Brad Paisley numa jam session com as novas guitarras Fender em que tocam precisamente o tema principal de Game Of Thrones com muito free-style solista pelo meio.

Continuar a ler

Features

Sabaton History Channel, ep. 15: o Barão Vermelho

Diogo Ferreira

Publicado há

-

No novo episódio do Sabaton History Channel, Joakim Brodén e Indy Neidell escolhem falar do tema “The Red Baron” que pertence ao próximo álbum “The Great War”, a ser lançado a 19 de Julho pela Nuclear Blast.

O Barão Vermelho é um do ícones heróicos da I Guerra Mundial que, simultaneamente, engloba a mecanização e a romantização da guerra moderna com as suas habilidades e heroísmo. Manfred von Richthofen é o nome verdadeiro do piloto que é, então, recordado em mais um episódio do Sabaton History Channel.

Mais episódios AQUI.

Continuar a ler

Features

Jinjer ao vivo no Resurrection 2018 (c/ vídeo)

Diogo Ferreira

Publicado há

-

Foto: Veronika Gusieva

Abaixo podes assistir à prestação dos Jinjer no Resurrection de 2018. Recentemente disponibilizado pelo próprio festival, este vídeo servirá para aguçar a vontade que os fãs desta banda têm para os ver no Vagos Metal Fest deste ano. Nos quase 40 minutos de concerto, os Jinjer executaram temas como “Words Of Wisdom”, “I Speak Astronomy”, “Pisces” ou “Captain Clock”.

O EP “Micro”, lançado em Janeiro de 2019 pela Napalm Records, é o registo mais recente dos ucranianos que, como referido, actuarão no Vagos Metal Fest, evento que se realiza entre 8 e 11 de Agosto. Stratovarius, Six Feet Under, Satyricon, Candlemass, Death Angel, Watain e Alestorm são alguns dos nomes do cartaz.

Continuar a ler

Facebook

#UltrajeRadar

Ultraje #21