#ChooseUltraje

Features

Calma que não é arroz – lançamentos de 28.09.2018

Publicado há

-

Esta é uma das semanas mais activas do ano, com muitos lançamentos para todos os gostos. Damos destaque ao black metal, ao death metal melódico, ao power metal ao rock progressivo e a uma vertigem técnica. Mas escolham o vosso veneno.

-/-

Anaal Nathrakh “A New Kind Of Horror”
Género: black/death/industrial/grindcore
Origem: Inglaterra
Editora: Metal Blade Records

É impressionante a quantidade de diferentes estilos de metal, dinâmica, ideias geniais e cagaçal que os Anaal Nathrakh conseguem enfiar em poucos minutos de música. E, ao décimo álbum de originais, a banda não mostra sinais de abrandamento ou esgotamento artístico. (Review publicada no #18 da Ultraje)*

 

-/-

Brainstorm “Midnight Ghost”
Género: power metal
Origem: Alemanha
Editora: AFM Records

Prestes a celebrar três décadas de carreira e a editarem o seu 12º álbum de originais, os Brainstorm confirmam-se como um dos mais sólidos nomes da terra do power metal: a Alemanha. “Midnight Ghost” tem tudo o que um fã de power metal gosta, em doses bem generosas.

 

-/-

Revocation “The Outer Ones”
Género: death/thrash metal
Origem: EUA
Editora: Metal Blade Records

Equilibrando de forma exímia o lado mais técnico do death metal e do thrash, os Revocation construíram uma carreira exemplar e sem pontos fracos. O seu novo álbum de originais é mais um ensaio de extremismo submetido ao poder técnico e a ocasionais ambientes harmónicos. (Review publicada no #18 da Ultraje)*

 

-/-

Riverside “Wasteland”
Género: rock/metal progressivo
Origem: Polónia
Editora: InsideOut Music

Normalmente mencionados nas mesmas frases que incluem Porcupine Tree e Opeth, os polacos Riverside regressam aos lançamentos naquele que é o primeiro disco depois do trágico falecimento do guitarrista Piotr Grudzinski. Melodia, sentimento e guitarras à Pink Floyd em barda.

 

-/-

Vreid “Lifehunger”
Género: black metal
Origem: Noruega
Editora: Season of Mist

Os Vreid encabeçam a nova vaga de black metal melódico oriunda do norte da Europa. Épicos, extremos, intensos e cada vez mais maduros, os noruegueses apresentam um álbum monstruoso em “Lifehunger” e provam que o black metal melódico não está morto. (Review publicada no #18 da Ultraje)*

 

-/-

Wolfheart “Constellation Of The Black Light”
Género: death metal
Origem: Finlândia
Editora: Napalm Records

Nascidos em 2013 da mente incansável de Tuomas Saukkonen (ex-Before The Dawn), os Wolfheart rapidamente se transformaram nos herdeiros da melancolia finlandesa através de um death metal melódico incrivelmente atmosférico e envolvente. O novo disco não desilude. (Review publicada no #18 da Ultraje)*

 

-/-

*A Ultraje é actualmente distribuída gratuitamente em vários pontos especializados, mas podes continuar a recebê-la comodamente em casa ao subscrever o Six-Pack AQUI (apenas são cobrados os portes). O #18 conta com Behemoth na capa.

-/-

Outros lançamentos de hoje:
– Abysmal Lord/Crurifragium «Split» 7” EP (Hells Headbangers) – black/death metal
– A Forest Of Stars «Grave Mounds And Grave Mistakes» (Prophecy) – black metal
– Akula «Akula» (Hellmistress) – doom/post metal
– Anti-Flag «American Reckoning» (Spinefarm) – punk/hardcore
– Asylum «3-3-88» (Shadow Kingdom) – doom metal
– Atrament «Scum Sect» (Sentient Ruin) – black metal/crust
– Beartooth «Disease» (Red Bull) – punk/hardcore melódico
– Binah «Phobiate» (Osmose) – death metal
– Black Funeral «The Dust And Darkness» (Iron Bonehead) – black metal/dark ambient
– Bonehunter «Children Of The Atom» (Hells Headbangers) – black/thrash metal/punk
– Cataya «Firn» (Moment Of Collapse) – post-metal
– C Average «III» (Adulta Fantasy/K) – heavy/doom metal
– Dakhma «Hamkar Atonement» (Iron Bonehead) – black/death metal
– Darkenhöld «Memoria Sylvarum» (LADLO) – black metal
– Death Worship «Extermination Mass» (Nuclear War Now!) – black/death metal
– Demande À La Poussière «Demande À La Poussière» (Argonauta) – black metal/post-hardcore
– Dynazty «Firesign» (AFM) – heavy metal/hard rock
– elegiac «Pagan Storm» (De Tenebrarum Principio) – black metal
– Empty «Vacio» (Osmose) – black metal
– Enemy Inside «Phoenix» (Rock of Angels) – thrash
– Entropia «Vacuum» (Arachnophobia) – black/sludge metal
– Evilon «Leviathan» (WormHoleDeath) – death/folk metal
– Evil Scarecrow «Chapter IV: Antartarctica» (Auto-financiado) – black/thrash metal
– Farsot/ColdWorld «Toteninsel» (Prophecy) – black metal
– Hacavitz «Nex Nihil» (Moribund) – black metal
– Hail The Sun «Mental Knife» (Rude) – post-hardcore
– Hangman’s Chair «Banlieue Triste» (Spinefarm) – stoner/doom metal
– Heads For The Dead «Serpent’s Curse» (Transcending Obscurity) – death metal
– Hell In Town «Bones» (Vapocalypse) – groove metal
– Helrunar «Vanitas Vanitatvm» (Prophecy) – black metal
– Horrendous «Idol» (Season of Mist) – death metal progressivo
– Immortal Guardian «Age Of Revolution» (M-Theory) – power metal progressivo
– Lethal Injury «Melancholia» (WormHoleDeath) – thrash
– Malthusian «Across Deaths» (Invictus) – black/death metal
– Morte Incandescente «Somos O Fogo Do Teu Inferno» (War Arts) – black metal
– Necronomicon «Unleashed Bastards» (El Puerto) – thrash
– Noekk «Carol Stones and Elder Rock» (Prophecy) – doom rock
– North Of South «New Latitudes» (Rockshots) – groove metal
– Once Human «Stage Of Evolution» (earMusic) – groove metal
– Onkel Tom «Bier Ernst» (Steamhammer) – thrash
– Pillars «Onward To Nothingness» (Seeing Red) – doom
– Project Silence «Infinity» (Sliptrick) – industrial
– Reinfection «Breeding Hate» (Deformeathing) – death metal/grindcore
– Sacrificial Blood/Traitor «Split 7”» (Horror Pain Gore Death) – thrash/death metal
– Saga «So Good So Far – Live At The Rock Of Ages» (earMusic) – rock progressivo
– Scorched «Ecliptic Butchery» (20 Buck Spin) – death metal
– Stratovarius «Enigma: Intermission 2» (earMusic) – power metal
– Sunflo’er «No Hell» (Salvation) – hardcore experimental
– Terror «Total Retaliation» (Pure Noise) – hardcore
– This Will Destroy You «New Others Part One» (Dark Operative) – post-rock
– Valdrin «Two Carrion Talismans» (Blood Harvest) – black metal
– Vandallus «Bad Disease» (Pure Steel) – heavy metal/hard rock
– Vitja «Mistaken» (Century Media) – groove metal
– Vulcain «Vinyle» (Season of Mist) – heavy metal
– Wang Wen «Invisible City» (PelAgic) – post-rock
– Waxen «Terror Decree» (Moribund) – black metal
– Weapon UK «Rising From The Ashes» (Pure Steel) – NWOBHM
– 偏執症者 «袋小路» (The Sign) – black metal/d-beat

Features

Nuno Bettencourt, Tom Morello e Scott Ian tocam tema de Game Of Thrones

Diogo Ferreira

Publicado há

-

Consagrada como uma das séries mais populares de sempre, Game Of Thrones, que terminou na última madrugada, teve a capacidade de exultar nos seus fiéis seguidores todas as emoções desde o seu início com o genérico criado por Ramin Djawadi.

No clip abaixo, Djawadi é acompanhado por Dan Weiss (criador da série), Tom Morello (Rage Against The Machine), Scott Ian (Anthrax), Nuno Bettencourt (Extreme) e Brad Paisley numa jam session com as novas guitarras Fender em que tocam precisamente o tema principal de Game Of Thrones com muito free-style solista pelo meio.

Continuar a ler

Features

Sabaton History Channel, ep. 15: o Barão Vermelho

Diogo Ferreira

Publicado há

-

No novo episódio do Sabaton History Channel, Joakim Brodén e Indy Neidell escolhem falar do tema “The Red Baron” que pertence ao próximo álbum “The Great War”, a ser lançado a 19 de Julho pela Nuclear Blast.

O Barão Vermelho é um do ícones heróicos da I Guerra Mundial que, simultaneamente, engloba a mecanização e a romantização da guerra moderna com as suas habilidades e heroísmo. Manfred von Richthofen é o nome verdadeiro do piloto que é, então, recordado em mais um episódio do Sabaton History Channel.

Mais episódios AQUI.

Continuar a ler

Features

Jinjer ao vivo no Resurrection 2018 (c/ vídeo)

Diogo Ferreira

Publicado há

-

Foto: Veronika Gusieva

Abaixo podes assistir à prestação dos Jinjer no Resurrection de 2018. Recentemente disponibilizado pelo próprio festival, este vídeo servirá para aguçar a vontade que os fãs desta banda têm para os ver no Vagos Metal Fest deste ano. Nos quase 40 minutos de concerto, os Jinjer executaram temas como “Words Of Wisdom”, “I Speak Astronomy”, “Pisces” ou “Captain Clock”.

O EP “Micro”, lançado em Janeiro de 2019 pela Napalm Records, é o registo mais recente dos ucranianos que, como referido, actuarão no Vagos Metal Fest, evento que se realiza entre 8 e 11 de Agosto. Stratovarius, Six Feet Under, Satyricon, Candlemass, Death Angel, Watain e Alestorm são alguns dos nomes do cartaz.

Continuar a ler

Facebook

#UltrajeRadar

Ultraje #21