Banda do Dia: Kabexnuv (EUA – black metal) – Ultraje – Metal & Rock Online
Banda do Dia

Banda do Dia: Kabexnuv (EUA – black metal)

KabexnuvDzyanPromoMyrtroen

Banda: Kabexnuv
Última lançamento: “Dzyan” (2017)
País: EUA
Estilo: black metal
Para fãs de: Burzum, Mayhem
Respostas: Myrtroen
Links: Bandcamp

Sobre o lançamento mais recente:
«Quis tirar Kabexnuv das florestas do Ocidente e levá-lo aos reinos cósmicos com este álbum, e as estrofes tibetanas de Dzyan encaixam na aura conceptual das letras. Tenho vindo a estudar os trabalhos de H.P. Blavatsky no Movimento Teosófico e quis prestar tributo às ideias e essência histórica dos ensinamentos do Oculto na forma de recitação musical das Sete Estrofes de Dzyan. Musicalmente, [o álbum] é black metal cru e atmosférico acentuado com sons sintéticos criados na guitarra e atmosferas espaciais profundas, utilizando estruturas mais longas com variações lentas/rápidas e algumas passagens de guitarra limpa. Apontei a criar o sentimento de desolação e extremo isolamento encontrado nos confins do espaço, enquanto simultaneamente se vai numa viagem até à tradição tibetana.  De modo a manter a pureza e o foco do pensamento, todas as faixas foram gravadas em três dias e três noites, maioritariamente ao primeiro take para preservar a performance ritualista. A performance e composição com Kabexnuv abrem espaço à improvisação e experimentação, e estou muito contente com a atmosfera e toque geral do álbum – com as imperfeições e tudo. Estou especialmente agradado com a faixa “Ceaseless Eternal Breath” – penso que possui um bom microcosmos de todo o conceito. Por vezes, o melhor material vem de lugares desconhecidos e através da canalização da música, e não pensá-la. A maioria da música de hoje é demasiado estéril – quis estar próximo de uma gravação ao vivo sem pensar muito ou produzir em demasia. O black metal cósmico e atmosférico de Kabexnuv não é para toda a gente, mas espero que algumas pessoas apreciem esta oferenda.»

Ambições:
«A minha ambição é apenas compor música de que gosto sobre tópicos que me interessam, e se outras pessoas gostarem então isso são boas notícias. Mais aceitação e atenção do mainstream seria bom, mas com um sermão devoto como “Dzyan” não espero por isso.»

Influências/referências:
«Já me disseram muitas vezes que toco a segunda vaga “old-school” do black metal, o que é engraçado porque, para mim, isto é só black metal – acho que estou a ficar velho! Sempre fui influenciado pelas escrituras ocultas e textos ancestrais, e musicalmente por bandas clássicas como Darkthrone, Gorgoroth, Mayhem, Burzum, Immortal, etc.. Como disse, estou velho, por isso estas são as bandas com as quais cresci! Também gosto de muitas bandas novas, especialmente Volahn e o Black Twilight Circle da Califórnia, Sólstafir, Herxsebet e Wolves In The Throne Room, que estão aqui mesmo a sul no Estado de Washington. Acho que a cena do Cascadian Black Metal pode soar um pouco suave, mas mesmo assim considero-me – com Kabexnuv e Avitas – parte da estética do Noroeste do Pacífico.»

Futuro:
«Planeio esconder-me durante um ou dois anos para mergulhar em mais estudos, e talvez inspirar-me para criar outro álbum quando o sentimento atacar. Não há planos actuais para concertos, pois implica recrutar uma banda, e devido aos meus modos misantropos isso nunca funciona bem… Solidão assenta-me melhor.»

Topo