Banda do Dia: Perennial Quest (EUA – power metal) – Ultraje – Metal & Rock Online
Banda do Dia

Banda do Dia: Perennial Quest (EUA – power metal)

3540435184_photo

Banda: Perennial Quest
Último lançamento: “Warriors Through Endless Time” (2017)
País: EUA
Estilo: power metal
Links: Facebook | Bandcamp

Sobre o último lançamento:
Andrew (guitarra): «O nosso principal objectivo com este registo era tentar fazer o nosso estilo único de power metal e fazer com que o nosso nome fosse reconhecido. Todos temos backgrounds e influências diferentes; isso ajudou-nos a definir o nosso som e temos a certeza que este irá evoluir com o passar do tempo.»
Tony (voz): «Conceptualmente o álbum vai a vários sítios diferentes. Para além de ter uma narrativa ‘mítica’ baseada em fantasia, os temas variam no assunto em si. Desde guerreiros unindo-se para combater demónios à queda épica de um imperador corrupto… Não aderimos a um conceito geral. Acho que apenas nos esforçamos para contar histórias coloridas e exageradas usando sons altamente energéticos. Penso que o nosso objectivo seja levar estas músicas ao maior número de metálicos possível.»
Sam (teclas, guitarras): «Na demo os temas variam de música para música, mantendo fantasia como um elemento constante. Gostamos de pintar imagens exageradas com cenários apocalípticos, contos triunfantes de guerreiros a unirem-se para derrotarem demónios malignos, quedas de impérios e inimigos antigos a reaparecerem para causar estragos. No geral, gostamos de manter os riffs triunfantes e agressivos com bastantes secções melódicas para dar vida à letra. O nosso objectivo com a demo é pôr o nosso nome lá fora, e acho genuinamente que cada música que fazemos supera a anterior, e queremos mostrar a todos o que podem esperar de nós, visto que estamos constantemente a puxar pelo nosso som o máximo que conseguimos.»

Ambições:
Andrew: «Quero levar esta banda até às estrelas. Acho que somos todos bastante dedicados e temos um grande amor pelo que fazemos, e se nos mantivermos assim o céu é o limite.»
Tony: «A nossas ambições são subir tão alto como o céu… Sempre disse que adoraria ver-nos tornar nos ‘próximos Metallica’ para exceder o género e levar as nossas músicas a uma audiência massiva, e é isso que espero fazer.»
Sam: «Honestamente quero puxar por esta banda o máximo que conseguirmos. Todos partilhamos este pensamento: tocar no mundo todo e fazer um nome para nós mesmos, por isso vamos pegar em tudo e ver no que dá. É fantástico estar numa banda onde todos partilham a mesma missão e motivação, e acredito que isso poderá levar-nos longe no futuro.»

Influências/referências:
Andrew: «As minhas principais influências são DragonForce, Wintersun e Jason Becker. Adoro música rápida, mas com bastante emoção e sentimento.»
Sam: «As minhas influências vêm de vários géneros. Sou um grande fã de power metal, mas também adoro black e death metal. Também tenho grandes inspirações através de jazz; sempre adorei vozes grandes e coloridas, e aprendi muito sobre elas ao ouvir Guthrie Govan. Quando estávamos no processo de escrita para a demo estava a ouvir bastante Galneryus, Guthrie Govan, Chthonic, Gloryhammer, The Faceless, Hiatus Kayote, Anthrax e Behemoth. Por isso acho que posso dizer que estas foram algumas das minhas maiores influências na altura.»

Futuro:
Andrew: «O nosso próximo objectivo é gravar outra demo, dar uma vista de olhos em editoras e dar o máximo de concertos possíveis.»
Sam: «Fingers crossed, mas vamos apontar para gravarmos a nova demo algum tempo antes do fim do ano e dar mais concertos dentro e fora da nossa área para fazer o nosso nome crescer. Terei sempre grandes esperanças para esta banda e quero mesmo apontar para o céu com tudo.»

Topo