Degial “Predator Reign” [Nota: 7.5/10] | Ultraje – Metal & Rock Online
Reviews

Degial “Predator Reign” [Nota: 7.5/10]

rsz_degial-coverEditora: Sepulchral Voice Records
Data de lançamento: 24 Novembro 2017
Género: death/black metal

Bandas como Slayer, Venom, Bathory ou Celtic Frost são incontornáveis nomes quando se olha para as influências de bandas tanto actuais como do passado. Também é indiscutível que bandas como as atrás mencionadas deixaram a sua marca espalhada por diversos estilos dentro do metal, desde o thrash ao black. Degial é uma dessas bandas onde se sente viva a chama da influência destas bandas, e de outras, no seu particular estilo de death metal.

Numa altura em que o death se aprimora em termos de definição de som, composições, melodias, evolução técnica, a par de algum revivalismo do death clássico, os Degial apresentam-nos um death, também ressurgido do passado, com uma faceta quase demoníaca, onde as influências partilhadas com o black metal têm especial peso.

“Predator Reign” é, assim, um álbum áspero, agressivo, negro, que pode ser descrito pelo título de dois dos dez temas que o compõe: “Devil Spawn” e “Hellstorm”. Todo o som, desde as passagens em midtempo às mais rápidas, exala uma negritude demoníaca que é amplificada pela voz áspera e quase gritada que nos lança um arrepio na espinha. A melodia, nos termos que a conhecemos hoje dentro do género, está quase totalmente banida de “Predator Reign”, sendo substituída por uma fúria selvagem e dilacerante que remonta aos clássicos do death sueco. Com passagens midtempo que, na boa herança dos Morbid Angel, se arrastam de forma quase macabra, a par de autênticos ataques de fúria da bateria, os Degial criaram um trabalho que agradará aos mais acérrimos seguidores do death sujo e quase bárbaro, e que, assim, apesar da patente qualidade do seu som, não será um conjunto de temas indicado paras as almas mais sensíveis.

7.5/10
Topo