Domgård “Ödelagt” [Nota: 6.5/10] | Ultraje – Metal & Rock Online
Reviews

Domgård “Ödelagt” [Nota: 6.5/10]

rsz_1rsz_domgård_-_Ödelagt_-_front_500_dpiEditora: Carnal Records
Data de lançamento: 01 Dezembro 2017
Género: black metal

Domgård – por onde começar? Formaram-se em 1997 e são considerados, pelo menos pela editora, lendários, o que é discutível. Apesar de um ano de fundação que já foi há 20 anos, os suecos só lançaram a primeira demo em 2004 e o primeiro álbum em 2010, muito por causa dos membros que passaram alguns anos na cadeia. Depois vale ainda a pena referir que foi Heljarmadr, vocalista dos Dark Funeral, quem executou as vozes nos discos de 2010 e 2012.

Cinco anos depois de “Myrkviðr”, o quarteto regressa aos trabalhos discográficos com “Ödelagt” que, diga-se, não começa muito bem. As primeiras quatro faixas são confusas, desinspiradas e estranhas na medida em que parece que houve um processo de corte e costura atabalhoado, até que surge a quinta “Aldar Røkkr” numa espécie de interlúdio que causa uma viragem de 180 graus. A partir daí emergem uns Domgård muito mais definidos e capacitados para fazer black metal melódico numa linha épica que pode ombrear com os compatriotas Panphage se ouvirmos os refrãos energéticos, os coros com veia pagã e os leads ecoados cativantes. Ainda que não seja tudo perfeito, a verdade é que a segunda metade deste “Ödelagt” é bem interessante e, num só álbum, quase que temos duas bandas diferentes que, no saldo final, têm o mesmo nome. Já no encerramento somos hipnotizados pelos 16 minutos de “Förgånget”, tema que se inspira muito em Nargaroth na forma como se utilizam malhas repetitivas catchy e teclados sóbrios (também numa onda Burzum).

“Ödelagt” é um pau de dois bicos, um álbum que começa tarde demais e que tem as primeiras quatro faixas como algo dispensável. É bem possível que tenham recuperado essas composições  de outra época, mas, e se assim for, não foi a decisão acertada porque faz-nos tecer uma análise mais negativa que a segunda metade do trabalho não merece.

6.5/10
Topo