Greta Van Fleet “From The Fires” [Nota: 9/10] | Ultraje – Metal & Rock Online
Reviews

Greta Van Fleet “From The Fires” [Nota: 9/10]

25675051_1802021026538471_8467205_nEditora: Republic Records
Data de lançamento: 10 Novembro 2017
Género: hard rock

É impossível não detectar, logo à primeira audição de “From The Fires”, a qualidade dos Greta Van Fleet, mas também de onde vem o grosso da sua inspiração: de uma terra longínqua chamada “Led Zeppelin”. As semelhanças, em estilo, composição e postura, são tantas que há gente no YouTube a comentar coisas como “Ouvi esta música de Led Zeppelin na rádio e só quando fui procurar a letra é que percebi que não eram eles”. No entanto, tal como os Wolfmother, os Rival Sons ou os Airbourne, a jovem banda norte-americana compensa largamente o ripanço com generosas doses de talento e soul genuíno.

“From The Fires” é um EP, tem oito temas e quatro deles são repetidos de “Black Smoke Rising”, um outro EP editado pelo grupo no início do ano. Das faixas novas, duas são versões (“A Change Is Gonna Come” é um original de Sam Cooke e “Meet On The Ledge” foi gravado em 1969 pelos Fairport Convention”) mas, tanto essas como as outras duas, entram bem e encaixam perfeitamente no hard/blues rock de atmosfera retro e escrita acutilante dos Greta Van Fleet. A banda, cujos vocalista e guitarrista são irmãos gémeos e o baixista é irmão mais novo, tem aquela mistura de irreverência e classe que os coloca directamente na linha de sucessão dos grandes nomes do rock’n’roll intemporal e clássico, assim saibam seguir o caminho apontado neste EP. É que, para além de todo o ruído criado por serem a nova coqueluche de uma multinacional como a Republic Records, do prémio de Melhor Artista da revista Loudwire e do tema que faz parte da série “Shameless” (“Sem Limite” em Portugal), o quarteto tem uma queda para o riff, melodia e simplicidade de processos que desarma e entusiasma ao mesmo tempo. Sentimentos que, cada vez mais, são difíceis de sentir quando se ouve rock’n’roll. E muito menos quando se ouve um disco novo, de uma banda nova. “From The Fires” é isso tudo e, melhor, promete que os Greta Van Fleet ainda vão ser muito mais.

9/10
Topo