Ink “Loom” [Nota: 7/10] | Ultraje – Metal & Rock Online
Reviews

Ink “Loom” [Nota: 7/10]

Editora: independente
Data de lançamento: Janeiro 2016
Género: alternative metal

O som de Seattle continua vivo, manifestando-se através de um abundante número de bandas vindas de todo o mundo. Os gregos Ink são um desses casos, onde basta ouvir os primeiros segundos do tema de abertura “Desert Son” para recordarmos os Alice In Chains de Layne Staley. Não esperem, no entanto, uma réplica exacta de clássicos como “Dirt” ou “Facelift”, pois os Ink, ainda que se tenham baseado no grunge de Seattle, conseguem – e bem – apresentar uma identidade própria, ao acertar numa fórmula que visa combinar o som sujo do grunge com post-punk, fazendo deste “Loom” um álbum com características fortes o suficiente para se destacar dos seus pares helénicos. “Sell Me” será talvez o melhor tema do disco, por ser aquele que, entre todos, apresenta um estado mais depressivo e uma aura com um tom bem negro. Os gregos dão ainda lugar a uma sonoridade mais suave como é o caso do single “Sirens”, que conta com a participação do cantor Craig Walker. Não sendo o tipo de música que alguém que vá à procura das referências a Alice In Chains vá gostar, acaba por mostrar o quão versáteis conseguem ser estes Ink.

Topo