Walter Fornication “On A Journey Through Time And Space” [Nota: 2.5/10] | Ultraje – Metal & Rock Online
Reviews

Walter Fornication “On A Journey Through Time And Space” [Nota: 2.5/10]

rsz_9a66af7e-8ff7-4a96-8e71-576960e01defEditora: independente
Data de lançamento: Setembro 2017
Género: death metal / experimental

Wouter Fornara, ou melhor Walter Fornication, é um one-man-show de estúdio que, depois de passar por outras bandas de rock e metal como baixista ou guitarrista, lança o primeiro álbum a solo, sucedendo a demo “A Revolution’s Dawn” (2016).

Há aqui toda uma mistura de influências e géneros que vão do death metal mais rijo ao mais melódico, passando também por breves incursões mais obscuras a chamar pelo black metal (como na faixa “Assassin”) e por muitos leads à heavy metal. A ideia é boa e o artista até parece saber por onde quer ir, mas a produção e a execução deixam a desejar em muito! Entende-se cedo que se trata de um álbum produzido em casa e com equipamento low-cost que, mesmo em pós-produção, não permite mandar cá para fora todo o poder que se espera ou que se quer – as guitarras soam ruidosas demais e a bateria é claramente programada. Quanto à execução… Bem, é complicado sermos simpáticos. Mais uma vez, as ideias estão lá (mesmo nas estruturas mais estranhas), mas a maioria das malhas soam a amadorismo gritante com um ataque às cordas pouco convicto (será outra vez a má produção a dar ar de si?) e muitos leads heavy metal (como na terceira “J.C. Denton”) são altamente atabalhoados e algumas vezes tão dissonantes que quase podemos dizer que foram notas dadas ao lado.

Pede-se uma produção final melhor e mais treino prático para que os próximos trabalhos de Walter Fornication não sejam apenas uma aparente boa ideia que não é levada, quase de todo, a bom porto.

2.5/10
Topo