Banda do Dia: Trugmoldies (EUA – psychedelic) – Ultraje – Metal & Rock Online
Banda do Dia

Banda do Dia: Trugmoldies (EUA – psychedelic)

14064100_570432769825506_6837087468755162983_n

Banda: Trugmoldies
Último lançamento: “Daisy Chain” (2017)
País: EUA
Estilo: psychedelic
Links: Facebook | Bandcamp

Sobre o lançamento mais recente:
«Os objectivos deste último álbum tendem a basear-se à minha volta enquanto engenheiro, e à volta do estilo e música que adoro. Sendo um projecto a solo, quis ramificar-me em diferentes direcções e sacar a música da minha cabeça, mas também trabalhar as minhas habilidades como engenheiro de mistura. Quanto às canções, gosto de manter as coisas interessantes e diferentes. Música com que possas fumar um charro, relaxar e explorar os sons que podem ser produzidos pelos vários instrumentos disponíveis. Com algumas canções mantenho-me muito simples, mas quebrar barreiras é algo que tenho sempre em mente quando faço música.»

Ambições:
«Enquanto estiver vivo vou lançar música, escrever canções e tentar gravá-las. A ideia é envolver mais músicos, mas para já Trugmoldies é a minha expressão criativa e reflecte as minhas ideias, desde injustiça social à contemplação pacífica. É a minha meditação e a minha vida.»

Influências/referências:
«Todas as minhas influências musicais são oriundas do final dos anos 60, início dos anos 70. Maioritariamente sou influenciado pela música psicadélica com uma mensagem. Músicas que falem sobre a injustiça prevalecente no mundo. Não me considero um vocalista, mas às vezes tenho algo para dizer e, como alguns músicos iniciais, tens de lutar com os desconfortáveis passos de aprendizagem para seres um cantor efectivo e com tomates. Mas quando ouço as emoções de alguns vocalistas fico sempre comovido e tento fazer o que posso com a voz que tenho.»

Futuro:
«Já estou a trabalhar num novo álbum que espero lançar o mais rápido possível. Mais colaborações com outros músicos vão seguramente ajudar, pois o meu estúdio Mad Cow Sounds tem sido equipado. Também quero gravar outras grandes bandas no estúdio, portanto o futuro aguarda-me várias horas a vomitar música para o mundo.»

Topo