Blut Aus Nord “Deus Salutis Meæ” [Nota: 7/10] | Ultraje – Metal & Rock Online
Reviews

Blut Aus Nord “Deus Salutis Meæ” [Nota: 7/10]

BAN-cover-2017Editora: Debemur Morti Productions
Data de lançamento: 27 Outubro 2017
Género: death/black metal

Depois de, em 2014, concluírem a terceira parte da saga “Memoria Vetusta” através de black metal ortodoxo e melódico, os enigmáticos Blut Aus Nord voltam a emitir uma neblina sonora de magia negra com “Deus Salutis Meæ”.

Muito mais death metal – daquele lento, pestilento e ritualista – do que black metal, os franceses regressam às composições lineares e hipnóticas com malhas robustas, microtonais e em loop que oscilam como gráficos ondulares de modo a ficarmos perdidinhos no tempo e no espaço enquanto toda a matéria universal se entranha nos poros da nossa pele até atingir o cume cerebral. Depois é expectável que haja dissonâncias macabras – a faixa “Apostasia” é um excelente exemplo – que se coadunam com guturais monásticos e arcanos, assim como rijas paredes sonoras que, muito à custa da bateria, parece que estão a ser postas abaixo com murros tresloucados e furiosos balanços de martelo.

Alquímicos e predadores, os Blut Aus Nord evocam assim uma miscelânea de excessos enegrecidos e pesados que se transformam muitas vezes em doom metal diabólico com um toque sempre muito atmosférico – nem podia ser doutra forma! “Deus Salutis Meæ” é o funeral do dia durante o processo crepuscular, é a ascensão nocturna envolta em vibrações sensoriais e é, por fim, uma apoteose estranhamente sedutora.

7/10
Topo