#ChooseUltraje

Features

[Live Report] Bomb Raid Over Bunker – 23/07/2016, Braga

Pedro Felix

Publicado há

-

buker-cartaz

Quando a causa é boa, a intenção é ainda melhor. Foi com esse espírito que, no passado dia 23 de Julho, Sábado, me dirigi ao Bunker, em Braga, para um concerto cujas receitas revertiam a favor de uma pessoa que se encontra a passar por dificuldades.

Confesso que nunca tinha tido a oportunidade de ir ao Bunker. Devo também dizer que a surpresa foi… bem, uma grande surpresa. No exterior, o Bunker tem uma área excelente para convívio e descontracção. No interior tem… pouca área. Se eu pensava que o Metalpoint, no Porto, era pequeno, entrar no Bunker com uma sala com metade do tamanho da do Metalpoint não era bem o que estava à espera. A limitação do espaço criou outras sinergias que fizeram despoletar o verdadeiro espírito do underground. A inexistência de palco permitiu uma interacção das bandas com o público muito mais intensa, misturando-se, por vezes, músicos com espectadores.

Cinco bandas compunham o cartaz. A disparidade de estilos sonoros era grande, mas todos eles alinham pelos mesmos ideais e espírito.

Aos Chaos Ritual, de Barcelos, couberam as honras de abertura. Com o seu heavy stoner começaram a acelerar uma plateia que não descansou até ao final de todos os concertos. A segunda dose de stoner seria trazida pela mão dos bracarenses Mr. Mojo que, como sempre, debitaram uma prestação de alto nível, não se deixando intimidar pelas condições do local.

De Guimarães, cidade vizinha, chegaram pela primeira vez a Braga os Toxik Attack. O stoner deu, assim, lugar ao thrash old-school deste jovem grupo que, devo confessar, me surpreendeu. A energia demonstrada foi contagiante e ficou a vontade de os conhecer melhor.

Uma alteração na ordem das bandas antecipou a actuação dos Vai-te Foder. A prata da casa voltou a fazer das suas e pôs a sala num tal alvoroço que, não fosse o respeito e atenção do público, da forma que moshavam certamente teriam levado banda e instrumentos à frente. Como referiu o Morcego, baixista dos Vai-te Foder, «foi um concerto bastante bravo».

Depois de tal descarga de adrenalina, e apesar do calor intenso que se sentia dentro da sala, o público recebeu os Aggrenation com toda a anergia e mantiveram-se à altura da intensidade do crust debitado por este trio sueco.

Foi assim que, sem nos darmos conta, chegámos às 4 da manhã, numa noite de calor, que se tornava amena para aqueles que saiam da sala depois dos concertos.

Apesar de todos os males do Bunker – o ser pequeno, ter um tecto baixo, ser um inferno para tirar fotografias e acumular calor abrasador – devo dizer que me conquistou e que espero lá voltar sempre que tiver oportunidade.

Features

Nuno Bettencourt, Tom Morello e Scott Ian tocam tema de Game Of Thrones

Diogo Ferreira

Publicado há

-

Consagrada como uma das séries mais populares de sempre, Game Of Thrones, que terminou na última madrugada, teve a capacidade de exultar nos seus fiéis seguidores todas as emoções desde o seu início com o genérico criado por Ramin Djawadi.

No clip abaixo, Djawadi é acompanhado por Dan Weiss (criador da série), Tom Morello (Rage Against The Machine), Scott Ian (Anthrax), Nuno Bettencourt (Extreme) e Brad Paisley numa jam session com as novas guitarras Fender em que tocam precisamente o tema principal de Game Of Thrones com muito free-style solista pelo meio.

Continuar a ler

Features

Sabaton History Channel, ep. 15: o Barão Vermelho

Diogo Ferreira

Publicado há

-

No novo episódio do Sabaton History Channel, Joakim Brodén e Indy Neidell escolhem falar do tema “The Red Baron” que pertence ao próximo álbum “The Great War”, a ser lançado a 19 de Julho pela Nuclear Blast.

O Barão Vermelho é um do ícones heróicos da I Guerra Mundial que, simultaneamente, engloba a mecanização e a romantização da guerra moderna com as suas habilidades e heroísmo. Manfred von Richthofen é o nome verdadeiro do piloto que é, então, recordado em mais um episódio do Sabaton History Channel.

Mais episódios AQUI.

Continuar a ler

Features

Jinjer ao vivo no Resurrection 2018 (c/ vídeo)

Diogo Ferreira

Publicado há

-

Foto: Veronika Gusieva

Abaixo podes assistir à prestação dos Jinjer no Resurrection de 2018. Recentemente disponibilizado pelo próprio festival, este vídeo servirá para aguçar a vontade que os fãs desta banda têm para os ver no Vagos Metal Fest deste ano. Nos quase 40 minutos de concerto, os Jinjer executaram temas como “Words Of Wisdom”, “I Speak Astronomy”, “Pisces” ou “Captain Clock”.

O EP “Micro”, lançado em Janeiro de 2019 pela Napalm Records, é o registo mais recente dos ucranianos que, como referido, actuarão no Vagos Metal Fest, evento que se realiza entre 8 e 11 de Agosto. Stratovarius, Six Feet Under, Satyricon, Candlemass, Death Angel, Watain e Alestorm são alguns dos nomes do cartaz.

Continuar a ler

Facebook

#UltrajeRadar

Ultraje #21