#ChooseUltraje

Features

As razões para irmos ao Entremuralhas – 25/26/27 Agosto – Leiria

Diogo Ferreira

Publicado há

-

castelo

A cidade

Leiria, capital de distrito, é uma cidade acolhedora que vive muito do seu centro citadino cruzado pelo rio Lis. É uma cidade barata em termos de estadia e restauração, mas que mantém os padrões altos; por lá encontramos pessoas simpáticas, dispostas a ajudar e que até já se habituaram às centenas de góticos que por lá passam em Agosto. Leiria tem um centro arejado com jardins e praças onde os turistas e moradores almoçam e bebem um copo à sombra ou mesmo ao Sol. Para além do castelo (já lá vamos), a cidade ostenta a sua Sé e não podemos sair de lá sem provar o saboroso pastel Brisa do Lis.

O Castelo, local do festival

O Castelo de Leria é um monumento milenar que magnificamente acolhe o Entremuralhas. Conhecido pelos seus arcos, este castelo foi edificado ainda antes de existir Portugal e ficou marcado na História pela estadia do Rei D. Dinis. Sempre com o seu ar antigo, o município mantém o castelo acessível e airoso para receber os milhares de visitantes que por lá passam todos os anos.

O ambiente

Dividido em três palcos, o festival Entremuralhas une a música etérea, dark folk, darkwave, post-punk, goth rock e electrónica. A Igreja da Pena, onde se realizam os dois primeiros concertos de cada dia, comprime as centenas de festivaleiros em quatro paredes despidas de telhado, e mesmo que lá não actuem os cabeças-de-cartaz, este recanto é, sem dúvida, um dos sítios mais interessantes do evento. Por toda a parte caminham góticos, metálicos, curiosos e crianças num castelo completamente aberto a quem for ao festival. Não faltam as bancas com discos e roupas, e cá em baixo deliciamo-nos com o famoso porco-no-espeto que origina longas filas – mas os vegetarianos não são esquecidos, pois têm também as suas ofertas. À medida que a luz do Sol se vai, também os festivaleiros vão descendo até que a noite acaba sempre com concertos de música electrónica já no ‘rés-do-chão’ do castelo. Em cada canto há uma saia folhada, um corpete apertado, umas calças justas, umas botas grossas, uns olhos delineados pelo lápis negro, uma conversa romântica e uma cerveja na mão. Quando acaba quer-se que recomece.

O cartaz

Dentro do panorama gótico, o Entremuralhas sempre foi muito ecléctico, pois, como atrás referido, abrange vários géneros musicais que circundam o estilo. Fazendo referência a apenas algumas bandas, começamos por Grausame Töchter, um octeto liderado pela provocadora Aranea Peel. Com as “Irmãs Cruéis” faremos uma viagem insana pelo EBM, industrial e punk que se actualiza com o mais recente álbum “Vagina Dentata”. King Dude visitará o nosso país pela terceira vez e por toda a Europa já tem uma devota legião de fãs que segue o seu country/folk luciferiano com reminiscências dum Johnny Cash toldado pelos amores perdidos. Os Sex Gang Children são a ala da velha-guarda e, com a formação original, vão trazer-nos o seu batcave roqueiro para deleite dos velhos e dos novos – todos vão querer ouvir “Mauritia Mayer”. Os vizinhos Har Belex são, ao lado dos Sangre de Muerdago, os porta-estandartes do neofolk espanhol cantado na sua língua, em basco, em inglês e até em alemão. Entre guitarras acústicas e violoncelos, vamos ouvir o passado com palavras que contam o presente. Os nórdicos Kite cingem-se a EPs e cada lançamento é uma prova ganha no campo do synthpop contemporâneo, algo que fará dançar e sonhar todos os festivaleiros presentes no Castelo de Leiria. Finalmente, nesta lista selectiva, os Die Krupps são provavelmente, a par dos Laibach (em 2015), o nome mais imponente a visitar Leiria. Formados em 1980, os portugueses tiveram que esperar 36 anos pela vinda do grupo alemão que de velho só tem mesmo a idade. Comummente citados ao lado de ícones como Kraftwerk e Einstürzende Neubauten, os Die Krupps são conhecidos pelas suas incursões industriais e EBM que, muitas vezes, abraçam a sonoridade metal.

13567449_1042991359084136_7430460593344336198_n

Info oficial AQUI.

Features

Nuno Bettencourt, Tom Morello e Scott Ian tocam tema de Game Of Thrones

Diogo Ferreira

Publicado há

-

Consagrada como uma das séries mais populares de sempre, Game Of Thrones, que terminou na última madrugada, teve a capacidade de exultar nos seus fiéis seguidores todas as emoções desde o seu início com o genérico criado por Ramin Djawadi.

No clip abaixo, Djawadi é acompanhado por Dan Weiss (criador da série), Tom Morello (Rage Against The Machine), Scott Ian (Anthrax), Nuno Bettencourt (Extreme) e Brad Paisley numa jam session com as novas guitarras Fender em que tocam precisamente o tema principal de Game Of Thrones com muito free-style solista pelo meio.

Continuar a ler

Features

Sabaton History Channel, ep. 15: o Barão Vermelho

Diogo Ferreira

Publicado há

-

No novo episódio do Sabaton History Channel, Joakim Brodén e Indy Neidell escolhem falar do tema “The Red Baron” que pertence ao próximo álbum “The Great War”, a ser lançado a 19 de Julho pela Nuclear Blast.

O Barão Vermelho é um do ícones heróicos da I Guerra Mundial que, simultaneamente, engloba a mecanização e a romantização da guerra moderna com as suas habilidades e heroísmo. Manfred von Richthofen é o nome verdadeiro do piloto que é, então, recordado em mais um episódio do Sabaton History Channel.

Mais episódios AQUI.

Continuar a ler

Features

Jinjer ao vivo no Resurrection 2018 (c/ vídeo)

Diogo Ferreira

Publicado há

-

Foto: Veronika Gusieva

Abaixo podes assistir à prestação dos Jinjer no Resurrection de 2018. Recentemente disponibilizado pelo próprio festival, este vídeo servirá para aguçar a vontade que os fãs desta banda têm para os ver no Vagos Metal Fest deste ano. Nos quase 40 minutos de concerto, os Jinjer executaram temas como “Words Of Wisdom”, “I Speak Astronomy”, “Pisces” ou “Captain Clock”.

O EP “Micro”, lançado em Janeiro de 2019 pela Napalm Records, é o registo mais recente dos ucranianos que, como referido, actuarão no Vagos Metal Fest, evento que se realiza entre 8 e 11 de Agosto. Stratovarius, Six Feet Under, Satyricon, Candlemass, Death Angel, Watain e Alestorm são alguns dos nomes do cartaz.

Continuar a ler

Facebook

#UltrajeRadar

Ultraje #21