Ofdrykkja “Irrfärd” [Nota: 7.5/10] – Ultraje – Metal & Rock Online
Reviews

Ofdrykkja “Irrfärd” [Nota: 7.5/10]

coverEditora: Avantgarde Music
Data de lançamento: 18 Dezembro 2017
Género: black metal depressivo

Os suecos Ofdrykkja ainda não são uma banda com grande longevidade, afinal fundaram-se em 2012, mas já têm muita história para contar. Tudo começou quando Drabbad saiu de uma instituição de reabilitação e se encontrou com Pessimisten, este que tinha acabado de encerrar as actividades de Apati após morte por overdose do seu colega de banda Obehag. Assim surgiram os Ofdrykkja que, com membros psicologicamente instáveis, mandaram cá para fora “A Life Worth Losing” em 2014; um álbum honesto, bonito q.b. dentro dos parâmetros depressivos e irregular a nível de produção – aspectos bem relacionados com as experiências mentais e medicamentosas com que o grupo se batalha na sua vida real. Ainda participaram no split “Urban Negativism” (2015, com Psychonaut 4, Vanhelga e In Luna), mas só há poucos meses voltaram a dar ar de si com o single “Generation of Hurt” que faz precisamente parte deste novo álbum “Irrfärd”.

Histórias à parte, importa sublinhar com linhas grossas que os Ofdrykkja se apresentam actualmente com uma atitude muito mais profissional e regular, tanto a nível de produção como a nível de execução musical e conceptual. Com faixas longas sempre a passarem a barreira dos 10 minutos, os suecos utilizam o black metal apenas como ponto de partida para uma musicalidade mais pessoal através de malhas arrastadas e sempre melancólicas que se interlaçam com muitas guitarras acústicas e, claro, com o spoken-word dividido entre uma espécie de discurso e guinchos/gritos de sofrimento. Se havia o medo de que estes nórdicos de Västerås desaparecessem a qualquer momento pela vida complicada que levam – ou querem levar –, então “Irrfärd” pode funcionar como um regresso triunfal que representa uns Ofdrykkja muito capacitados para a sua habilidade de criar música triste, assombrosa e, mais uma vez, honesta. “Irrfärd” é, sem dúvida, um passo em frente e não pode escapar aos ouvidos dos adeptos de sonoridades melancólicas. Com muita dor pelo caminho, os Ofdrykkja não desistiram e a Avantgarde Music também não – por isso, resta-nos aplaudir e desfrutar deste desgosto emocional que é “Irrfärd”.

7.5/10
Topo