Seis álbuns lançados a 25 de Agosto que já podes comprar | Ultraje – Metal & Rock Online
Features

Seis álbuns lançados a 25 de Agosto que já podes comprar

Drudkh / Paysage d’Hiver “Somewhere Sadness Wanders / Schnee (IV)”

«Roman Sayenko é uma abelha extremamente trabalhadora e aplicada. Depois do split com Grift(2016) e do álbum de Windswept (2017, que compôs e gravou em três dias), o ucraniano e seus companheiros regressam aos lançamentos com Drudkh através de mais um split, desta vez com o projecto de culto Paysage d’Hiver. (…) Este é mais um split limitado que, por certo, não deverá fugir às mãos e aos ouvidos dos coleccionadores e fãs devotos das duas bandas.»

Review completa | Shop

 

 

Portrait “Burn the World”

«É impossível não associar Portrait a King Diamond ou Mercyful Fate. É demasiado evidente e, por mais voltas que se dê ao parque, é lá que vamos parar, a essa fonte. À guitarra (ritmos e solos) Andy LaRocquiana junte-se todo um ambiente escuro e assombrado, uma bateria sempre em jogos de pratos ride e, no topo disto tudo, coloque-se a voz que por vezes ‘bate lá’ e iremos parar – inevitavelmente – a clássicos como “Abigail”, “Them” ou… “Fatal Portrait”. A questão é que, apesar de todas estas reminiscências, “Burn the World” é um álbum do caraças!»

Review completa | Shop

 

Die Apokalyptischen Reiter “Der rote Reiter”

«Talvez os Die Apokalyptischen Reiter não sejam a maluqueira que já foram e talvez não arrisquem tanto com ferramentas exteriores ao metal – se bem que o álbum até começou a ser composto depois de uma bebedeira –, mas há dois aspectos que podemos apontar como certíssimos: a capacidade que estes rebeldes têm para oferecer temas orelhudos e a maturidade que continuam a desenvolver ao fim de quase 25 anos.»

Review completa | Shop

 

Crimfall “Amain”

«A robusta música dos Crimfall é facilmente explicada: death metal melódico com pitadas de power metal, sem esquecer a imponente veia sinfónica que nos irá remeter ao cinema. Tudo aqui é bélico. Num abrir e fechar de olhos estamos no meio dum campo de batalha, e se em momentos mais pesados podemos ser um cadáver trespassado por lanças ou ficar cercados por exércitos, noutros podemos dar por nós a erguer a espada vencedora banhada em sangue. Com influências nórdicas, os Crimfall incluem também algumas soundscapes orientais, o que só dá diversidade a este portento disco.»

Review completa | Shop

 

Dead Lord “In Ignorance We Trust”

«Muito sensual do princípio ao fim, “In Ignorance We Trust” é rock clássico maduro com malhas que até nos fazem dar um pezinho de dança roqueira, refrãos orelhudos, solos detalhados e twin-guitarsbem sacadas que ficam no ouvido (sendo que esta será a parte conectada ao heavy metal, mais propriamente ao NWOBHM).»

Review completa | Shop

 

Howling Giant “Black Hole Space Wizard, part 2″

«Lembram-se da primeira parte de “Black Hole Space Wizard”? Saiu há um ano e, se altura os Howling Giant falavam de andróides e nautas condenados, agora os viajantes parecem ter aterrado no nosso planeta para descobrir o poder do fogo e magia das florestas. Se na parte I havia rotas, mapas, espaço sideral e seres de outros mundos, a parte II apresenta visões, druidas e feiticeiros. (…) A segunda parte de “Black Hole Space Wizard” está uns bons furos acima do antecessor. É indicado para fãs de Red Fang, Melvins e Baroness. Recomenda-se!»

Review completa | Shop

Topo