#ChooseUltraje

Features

Spoiler Alert: Ichi The Killer (2001)

Diogo Ferreira

Publicado há

-

Título: Koroshiya 1
Ano: 2001
Realizador: Takashi Miike
Elenco: Tadanobu Asano, Nao Ômori, Shin’ya Tsukamoto
Género: Comédia, Crime, Horror

“Damn… Nobody left to kill me.”

Eis que apresento um dos meus realizadores favoritos aqui no Spoiler Alert: Takashi Miike. Este infame realizador japonês tem dirigido grandes contos de violência e visões extremas do que, às vezes, podiam muito bem ser apenas estilos de vida fáceis – para Takashi Miike é normal complicar. Ao lado de filmes com guião e conceito original, Miike também refez filmes épicos da cena nipónica, como “13 Assassins” e “Hara-Kiri”. Submergindo numa vasta filmografia, escolho aquela que penso ser a sua obra-prima: “Koroshiya 1”, também conhecido por “Ichi The Killer”.
Um chefe yakuza chamado Anjo está desaparecido com 100 milhões de ienes e, ameaçado por outros chefes, o seu braço-direito terá que tratar de descobrir o que aconteceu – o que ninguém sabe é que Anjo foi brutalmente assassinado por um rapaz reprimido e psicótico que sofre constante lavagem cerebral por parte de um marginal chamado Jijii.

uploadEsse tal braço-direito é Kakihara, um yakuza sadomasoquista conhecido pelas suas cicatrizes faciais. Quando ele descobre que um tal moço chamado Ichi anda por aí a infligir tamanhos horrores no interior das fileiras yakuzas, ele tenta não só desvendar quem matou Anjo, mas também deseja que Ichi lhe inflija níveis de dor que ninguém antes conseguiu.

“Ichi The Killer” é um filme sanguinolento com efeitos especiais dos baratos e alguns momentos gore são tão ridículos que o espectador poderá escangalhar-se a rir – nada de anormal no cinema japonês. Contudo, esta película não é apenas sobre sangue a jorrar por paredes e agulhas a perfurar carne; quem vir o filme deverá concentrar-se no enredo para não perder o fio à meada de uma história complexa.

Takashi Miike é o mestre do cinema subversivo no que toca a lidar com hinos visuais macabros para os nossos olhos e cérebro. Miike não é apenas sangue por sangue – há sempre um factor existencial ou objectivos quotidianos transcendentais por detrás das suas personagens e histórias.

Se Kakihara tem de encontrar Ichi para explorar a dor que ele tanto enseja, então vocês devem encontrar Takashi Miike, e especialmente este filme, para testemunhar a elegância do cinema nipónico.

[review]

Features

Nuno Bettencourt, Tom Morello e Scott Ian tocam tema de Game Of Thrones

Diogo Ferreira

Publicado há

-

Consagrada como uma das séries mais populares de sempre, Game Of Thrones, que terminou na última madrugada, teve a capacidade de exultar nos seus fiéis seguidores todas as emoções desde o seu início com o genérico criado por Ramin Djawadi.

No clip abaixo, Djawadi é acompanhado por Dan Weiss (criador da série), Tom Morello (Rage Against The Machine), Scott Ian (Anthrax), Nuno Bettencourt (Extreme) e Brad Paisley numa jam session com as novas guitarras Fender em que tocam precisamente o tema principal de Game Of Thrones com muito free-style solista pelo meio.

Continuar a ler

Features

Sabaton History Channel, ep. 15: o Barão Vermelho

Diogo Ferreira

Publicado há

-

No novo episódio do Sabaton History Channel, Joakim Brodén e Indy Neidell escolhem falar do tema “The Red Baron” que pertence ao próximo álbum “The Great War”, a ser lançado a 19 de Julho pela Nuclear Blast.

O Barão Vermelho é um do ícones heróicos da I Guerra Mundial que, simultaneamente, engloba a mecanização e a romantização da guerra moderna com as suas habilidades e heroísmo. Manfred von Richthofen é o nome verdadeiro do piloto que é, então, recordado em mais um episódio do Sabaton History Channel.

Mais episódios AQUI.

Continuar a ler

Features

Jinjer ao vivo no Resurrection 2018 (c/ vídeo)

Diogo Ferreira

Publicado há

-

Foto: Veronika Gusieva

Abaixo podes assistir à prestação dos Jinjer no Resurrection de 2018. Recentemente disponibilizado pelo próprio festival, este vídeo servirá para aguçar a vontade que os fãs desta banda têm para os ver no Vagos Metal Fest deste ano. Nos quase 40 minutos de concerto, os Jinjer executaram temas como “Words Of Wisdom”, “I Speak Astronomy”, “Pisces” ou “Captain Clock”.

O EP “Micro”, lançado em Janeiro de 2019 pela Napalm Records, é o registo mais recente dos ucranianos que, como referido, actuarão no Vagos Metal Fest, evento que se realiza entre 8 e 11 de Agosto. Stratovarius, Six Feet Under, Satyricon, Candlemass, Death Angel, Watain e Alestorm são alguns dos nomes do cartaz.

Continuar a ler

Facebook

#UltrajeRadar

Ultraje #21