Wrath Sins “The Awakening” [Nota: 8/10] – Ultraje – Metal & Rock Online
Reviews

Wrath Sins “The Awakening” [Nota: 8/10]

679422Editora: Raising Legends Records
Data de lançamento: 09 Dezembro 2017
Género: thrash/progressive metal

Quando em 2015 os Wrath Sins (WS) apresentaram “Contempt Over The Stormfall” vimo-nos perante (mais um) auspicioso projecto nacional. Os WS davam-nos uma bela dose de música, com riffs bem thrashados e igualmente orelhudos, com solos electrizantes e um firme equilíbrio entre melodia e agressividade. A questão que todos queremos saber é se isto se mantêm, dois anos depois, ou não.

Neste espaço de tempo deu para trocarem o baterista e esculpirem o seu som com um molde diferente. Aqueles riffs rápidos e dilacerantes à Dew Scented que se ouviam em “Contempt(…)” estão lá e com a mesma força que no primeiro álbum, estando também mais elaborados e acompanhados por secções em mid-tempo que fazem a ponte para os momentos mais melodiosos, habitualmente cantados. E esta é outra das características da versão actual dos Wrath Sins, e não me refiro à voz melódica, mas às melodias em geral, que gostam de se afirmar e ter o palco só para si. “Shadow’s Kingdom” é um excelente exemplo do que esperar da generalidade do álbum, se bem que também existem aqueles temas que fundem melhor as facetas da banda como é o caso de “Collision” e “Unquiet Heart”, que mostram uma coesão bastante sólida da arte que os WS produzem.

“The Awakening” acaba por ser uma digna evolução de “Contempt Over The Stormfall”, não ficando atrás deste disco em nada. Dá para perceber que a banda arrisca e avança por novos territórios, mas não larga o pé da sua identidade e da fórmula que lhes deu o sucesso inicial, pegue-se em “The Sun Wields Mercy” que comprova tudo isto. De auspicioso projecto nacional poderá vir a tornar-se numa das bandas de referência na cena metal portuguesa.

8/10
Topo